12 de June, 2024
Publicado às 21h17

Em 2023 a Câmara Municipal de Cascais atribuiu inúmeros apoios e subsídios a várias entidades beneficiárias de cariz associativo. Foram mais de 22 milhões de euros distribuídos por cerca de 350 associações juvenis, desportivas, culturais, sociais, educativas e, também, algumas fundações.

Tudo correto. Votei favoravelmente grande parte destes apoios.

Porém, para além de estar atento ao dinheiro que era atribuído a montante fiquei sempre atento ao que acontecia a jusante. E nesse particular fui sempre vendo o que era reportado nos respectivos relatórios e contas associativos e, embora a grande maioria apresentasse as contas de forma transparente, havia sempre algumas entidades cuja opacidade e dificuldade de leitura dos seus documentos de contas me deixavam algumas dúvidas.

Face ao acima descrito, na reunião de Câmara de 21 de maio passado, propus que um dos requisitos para que as associações pudessem beneficiar de apoios dos contribuintes cascalenses seria que se disponibilizassem a abrir as suas contas para que a Câmara Municipal pudesse fazer uma auditoria caso assim o entendesse. Esta deveria ser uma condição sine qua non para se receber dinheiro público e caso as associações não quisessem que a Câmara escrutinasse as suas contas então só tinham de não pedir apoios pois entendo que se as entidades querem independência total têm que assumi-lo por inteiro e não quererem ser independentes para umas coisas, mas dependentes para outras.

Pareceu-me uma abordagem sensata.

Ora, esta minha proposta de maior transparência sobre a utilização do dinheiro público causou algum mal-estar junto do Senhor Presidente da Câmara de Cascais que à primeira oportunidade me dirigiu diversos impropérios que me escuso aqui de enunciar.

A parte positiva é que no meio de tantas palavras de ódio, o Senhor Presidente Carlos Carreiras disse que eu parecia o Presidente da Argentina Javier Milei…

Muito obrigado Senhor Presidente. Fez-me ganhar o dia!

*Vereador do CHEGA na Câmara Municipal de Cascais

Outros artigos de JOÃO RODRIGUES DOS SANTOS

– Os artigos de OPINIÃO publicados são da inteira responsabilidade dos seus autores e não exprimem, necessariamente, o ponto de vista de CASCAIS24HORAS

2 Comments

  • Sou Argentina e vivo em Cascais há 5 anos. Parabéns senhor vereador!!!!
    Os apoios sociais devem ser controlados sempre, porque é o dinheiro dos contribuintes todos.

  • A honestidade de quem exerce cargos públicos é ser transparente no trabalho que lhe compete executar.
    Por conhecimento de causa estive ligado a uma colectividade no Concelho e entendo bem as barbaridades que são feitas por muitos dirigentes que a elas estão ligados.
    É justo que cumpram com os princípios que descreve, só assim haverá justiça na atribuição dos subsidios atribuidos.
    Parabéns, força. Abraço!

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *