17 de July, 2024
CARREIRAS acusa de “populismo” vereador do Chega que pede maior rigor na atribuição de apoios | C/ Vídeo
Atualidade Política

CARREIRAS acusa de “populismo” vereador do Chega que pede maior rigor na atribuição de apoios | C/ Vídeo

Jun 7, 2024

Por Valdemar Pinheiro | 19h35

Agastado com as últimas intervenções do vereador do Chega João Rodrigues dos Santos, na oposição, que defende um maior rigor, escrutínio e transparência na atribuição de apoios a alguns movimentos associativos, o ainda chefe do executivo de Cascais, Carlos Carreiras, aparentemente de cabeça perdida, responde com acusações de “show off e de populismo”, para além de “barbaridades e asneiradas”.

O chefe do executivo chegou mesmo, em plena reunião municipal a quase comparar as intervenções do vereador do Chega com as de Clemente Alves, antigo vereador da CDU.

“Definitivamente, o senhor Carreiras não lida bem com os opositores, sejam eles de esquerda ou de direita”, disse, a Cascais24Horas, um analista de política local, que questionou: “Esse senhor é mesmo um democrata, como apregoa?”.

VÍDEO

A verdade é que, na última reunião do executivo, a 4 de junho, Carlos Carreiras acabou por retirar duas propostas a votação, depois do vereador do Chega ter levantado dúvidas.

Em causa, a atribuição de alguns milhares de euros a chamados “contratos de programa de desenvolvimento desportivo” e /ou “apoio ao desenvolvimento desportivo municipal”, um dos quais a uma denominada associação HWRC-Cascais Padel Academy.

Já na reunião anterior do executivo, o vereador João Rodrigues dos Santos tinha defendido a necessidade de haver maior rigor e escrutínio na atribuição de apoios.

O chefe do executivo não gostou e chegou mesmo a ameaçar de que iria ser extraída uma ata a enviar a todo o movimento associativo do concelho para que associações e afins pudessem saber com o que podiam contar com o vereador do Chega.

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *